20080226

sonho




sonhei que Didi foi a minha casa, se instalou no quarto ao lado e sentou-se à janela. Com muito carinho e esperança, sentei-me em teu colo deitei a cabeça em teu peito e descancsei, como a muito tempo precisava.
Logo resolvi deixar Didi, ali consigo mesmo, para que pensasse em sua vida. O beijei na face em dois tempos ao canto de sua boca. Logo depois após, arrumar as gavetas do armário, na espectativa de Didi vir ver o que fazia, ou se por qualquer acaso quisesse olhar o que havia dentro delas, mas ele se recolheu em seu quarto de hóspedes.
A noite Mc, nos chamou para ir dançar em um um lugar estranho, havia muitas pilastras e caixas pretas para sentar espalhadas por um grande galpão, cujas paredes perto do teto tinham slogans em tinta neon, era um lugar gafiérico. Bom, a noite foi passando e lá encontrei Sol. Ela se entreteu um certo moço. Mas despois se reuniu a mim e Mc, novamente.
Tudo aconteceu quando acordei, e fiu ao banheiro, pela porta entreaberta do quarto de hóspedes, vi o vulto na cama de mais alguém além de Didi. Abri a porta e vi sol e Didi, dormindo juntos. Grande decepção, não compreendi bem o que aconteceu. Era como se o amor estivesse no fundo do poço.
Depois em uma festa de aniversário me entreti com um novo Cd de música francesa, lançado da copa do Mundo.

4 comentários:

Leonardo disse...

Ei amiga,
Oq vc chama de 'amor... no fundo do poço"?
Bjos, vou acompanhar de perto seu blog.
Caso vc me permita é claro!

liberté disse...

bom sabe qundo vc joga aquela moeda de um centavo lá no poço e nao pode mais pegar?

Leonardo disse...

Comentario em XXX.
Até breve.

Leonardo disse...

Quem nuncateve vontade de roubar todas aquelas moedas que ficam no fundo do poço? rsrsr
Mas la é muito fundo...