20100410

Cristal - Memorial!


Acordo sobre a brisa gelada do outono.
Seus olhos me guiam na escuridão como um sonho
inesquecível da adolescência.
Olho o céu enquanto bebo o café e recordo.
As nuvens surgem instantâneas, assim como desaparecem.
Mensagens virtuais me ferem o coração, trazendo me de volta a realidade incerta, injusta.
Tento confiar em meus passos novamente.
Dou um abraço e recebo um incentivo de contínuo, ao trabalho vou.
De cinco em cinco, lágrimas enchem meus olhos e se esvaziam.
Em meu leito choro, a razão de esquecer os sonhos.
De não me agarrar em nada e ninguém.
Disse meu amigo Gustavo em breve oportunidade sob a luz do forno.
"Fogo na bacurinha" pode ser que seja mesmo, eu que ando e esqueço-me sentimento do passado, para seguir em frente sempre.
Fui a procura de um amigo o retrato fiel de mim mesmo.
O que me transgride é a poesia.
Forma árdua de sonhar.
Tenho que me orientar.
Meu Deus, ouça nossa Prece.
Devolva-nos o que do livre é direito.



20100322

Carta Cristal 06


Belo Horizonte, 21 de março de 2010.

Que que a paz de Nosso Senhor Jesus Cristo esteja entre nós!

Bonjour Cherrie!

Entra a enchente das goiabas é o fim do verão. Segue um conto sem intenção para te agraciar. Notas um pouco melosas se prepare, e uma breve poesia aguar a alma de uma flor!

Estava deitada na rede pensando em você e na páscoa. E me lembrei de uma vez em que era tarde e te encontrei no MSN. Você disse só se for agora. E eu fui de imediato à sua casa, toquei a campainha e entrei pelo portão, pois ainda faltavam dois para as dez e a sua mãe não o havia fechado. Sua tez ficou pálida de espanto. Não sabia o que fazer. Sua mãe espantou o visitante que depois de mim chegou, acho que naquele momento, você duvidava da minha vinda. Em seu quarto nos entramos. Sua cama era agora no chão. Já, desde então, soube que você dormia de tv ligada. Fizemos qualquer coisa chamada sexo ilegal. Mas a intenção daquela noite de páscoa foi que ficou registrada na memória. Nesse dia usamos camisinha. Ah, dormimos em seguida e quando acordamos já tinha que ir, pois minha mãe cedo me buscaria para ir ao clube. Você ligou o computador, escovamos os dentes, ia me levar ao portão sem camisa, mas colocou uma jaqueta por meu pedido. Fui andado em direção a padaria enquanto você ficou ali, sentadinho na escada me olhado sumir. Uma das minhas recordações antigas de você.

Hoje depois do turbilhão do mês, tive tempo para escrever. Escrever que por enquanto ando leal, monogâmica e satisfeita com esse pensamento. Que o amor seja eterno enquanto dure. Ando satisfeita em ser mulher de um homem só, e que apesar da incerteza da distância, é possível levar tranqüilamente, como aqueles romances épicos com cartas, distância, encontros marcados. Talvez esse espírito antigo e meio cinematográfico tenha pairado sobre minha aura branca. Ou mesmo o curso de nossa história, regada de pouca comunicação e muita emoção. Eu acho você incrível. Talvez por isso seja interessante acreditar que a liberdade existe, dê tempo ao tempo, siga em frente, a vida e bela. Alguns me perguntam como é que eu vejo tudo isso? Com a maior liberdade do mundo – eu digo. Que o mesmo seja para você, Flôr, saiba disso.

Bom parar de rasgar sêda. Estou ansiosa por nosso próximo encontro. Espero que seja na páscoa, mas saberei somente na véspera. A solicitação está encaminhada.


Conto de fadas

Florbela Espanca

Eu trago-te nas mãos o esquecimento
Das horas más que tens vivido, Amor!
E para as tuas chagas o ungüento
Como que sarei a minha própria dor.

Trago no nome as letras duma flor...
Foi dos meus olhos garços que um pintor
Tirou a luz para pintar o vento...

Dou-te o que tenho: o astro que dormita,
O manto dos crepúsculos da tarde,
O sol que é de oiro, a onda que palpita.

Dou-te, comigo, o mundo que Deus fez!
- Eu sou Aquela de quem tens saudade,
A princesa do conto: "Era uma vez..."

Um beijo de língua em você.



Ps – tenho uma surpresa para você.
E não se esqueça de avisar quê ovo de páscoa quer ganhar.

Outro beijo onde você se quer imagina.
T.

20100222

whisks of monday nigth

horas que temos que dizer GOOD Bye
lonly hours horas aquelas que mesmo a 10 km por hora a borboleta passa mais rápido.
ler mensagens que significam algo totalmente diferente do real.
algo real que nunca irá morrer.
momentos que nao sabemos o que pesar do very first moment that we met.
Momentos que somos outras mulheres ou somos outros homens
interpretando o mesmo personagem
cordialmente celebral.
minuto a minuto
uma vontade louca de desreprimir a verdade essa deve estar submersa
surreal e utópica.
como um sonho de verão
suado mimado
gostoso
com cor e hora
e um sono a mais do fuso horário.
uma vontade de perceber e receber todos os gozos em um só dia
em uma despedida pela harmonia...
Sinto saudades tenras
e verdadeiras
falta e disciplina que nao sabem com andar juntas
um coraçao perfeito e preso
assim seja
o meu e seu.
amém.\ a sua liberdade.

20100209

To the Warrior Prophet


Snow Patrol - Open Your Eyes (Allende re
Enviado por shahkanon. - Veja mais vídeos de musica, em HD!

All this feels strange and untrue
And I won't waste a minute without you
My bones ache, my skin feels cold
And I'm getting so tired and so old

The anger swells in my guts
And I won't feel these slices and cuts
I want so much to open your eyes
´Cause I need you to look into mine

Tell me that you'll open your eyes [x4]

Get up, get out, get away from these liars
´Cause they don't get your soul or your fire
Take my hand, knot your fingers through mine
And we'll walk from this dark room for the last time

Every minute from this minute now
We can do what we like anywhere
I want so much to open your eyes
´Cause I need you to look into mine

Tell me that you'll open your eyes [x8]

All this feels strange and untrue
And I won't waste a minute without you

20100127

The immortal Game


imprecisos sentimentos
como movimentos de xadrez

20100123

Love and beans

Love and Gnhocchi
Love and Pesto
Love and all
Love two times
Two times for love
Love discoveríes